Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Juras do Delirium

Juro que sempre haverá dia depois de nossas noites e que teu despertar será embebido pelo sabor de meus beijos.

Juro que na presença de nós dois, serei presença constante e minhas ausências serão compartilhadas com teus vazios.

Juro que nada nos separará... a vida já nos fez distantes, esparsos em longas terras... o mar apenas pode nos unir, com a espuma das ondas de nossas sofridas lágrimas.

Juro que estarei aqui, mesmo que já não estejas e mesmo que te vás cedo... Sei que virás em sonhos deixar teu líquido em minha flor.

Juro que seremos  amantes, embalados pelo deus do fogo e cobertos pela deusa do amor.

Juro que teus sorrisos preencherão meus olhares menos felizes... estaremos juntos nas beiradas e no centro de nós mesmos.

Juro que nada será um, e se o nada existir também o nada fará parte de nós dois.

Então espera-me e diga a realidade que assim o é. Porque se não o for, também não sou.

20/05/04

Paola Caumo
Enviado por Paola Caumo em 27/12/2004
Código do texto: T947
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Paola Caumo
Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Brasil, 47 anos
167 textos (6281 leituras)
17 e-livros (808 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 16:22)
Paola Caumo