Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Sem nada

Sem nada

Parece que tudo de repente ficou escuro
Na sombra do silêncio me vi acompanhada do nada
Até as lembranças de outrora se foram embora
Estou vazia, seca e sem vontade de viver, acho que
Morri depois que perdi você.

Não quero piedade, nem solidariedade
Não quero vela, nem choro, muito menos compaixão
Se não puder te ter de volta, prefiro a solidão.

Ontem me olhei no espelho e não me reconheci
Estava sem brilho e veio a certeza de que preciso de ti

Não dá para continuar assim,
Tenho que encontrar o caminho
Ou ir à procura de outro destino.
SHIRLEY CASTILHO
Enviado por SHIRLEY CASTILHO em 06/01/2006
Reeditado em 05/12/2006
Código do texto: T95258
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
SHIRLEY CASTILHO
Belém - Pará - Brasil
50 textos (4702 leituras)
4 e-livros (1351 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 06:35)
SHIRLEY CASTILHO