Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Olhos Feridos

Olhos feridos pelo clarão do dia
Alma carente pela escuridão da noite
Procuro acalento para a alma
E cura para o meu triste semblante.

Onde esta voce para ajudar
Quando mais preciso
Apenas estou só
E não compreendo o porquê exato...

Sinto-me vazio e de alma abandonada
Insônia me domina, adentro a madrugada.
Quero fugir, mas estou sem para aonde ir.
Tento rir, mas minha face se nega.

Restando o pranto e a amargura
Viverei ate quando buscando
Um amor uma vida uma razão?

Sementes plantadas
Não foram germinadas
E o jardim que belo deveria ser
Tornou-se um horror em sua escuridão.

Imploro, rogo, clamo.
Conclamo declamo
Te amo
Perdido sofrido encolhido
Escondido
Passo a viver sem sentido
Danilo Vasconcelos
Enviado por Danilo Vasconcelos em 06/01/2006
Código do texto: T95267
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (DANILO VASCONCELOS www.recantodasletras.com.br/autores/danivasconcelos). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Danilo Vasconcelos
São Paulo - São Paulo - Brasil, 33 anos
188 textos (11227 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 06:25)
Danilo Vasconcelos