Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O cantar as sensibilidades...

Desejar imensamente à luz do teu olhar, sem poder tocar, um só laço pronto a se eternizar, as montanhas se rendem as nuvens, refletem a beleza do existir, a água aflora da pedra na exata hora.

O aroma das flores desliza em minh´alma, unificando dois corações, misterioso como o deserto, que em cada miragem esconde um segredo.

O cantar as sensibilidades, conhecedor da solidão dos ventos, nessas tantas telas da vida, rabiscos sem nexos, avivando cores e brilhos.

Arrasta-me, luz tênue, que tudo transforma, do breu da escuridão, ao clarão da lua, mergulhados em teus lábios, céu cravejado de estrelas.

Desperta o sol encanta com  seus raios, o mar beijou a areia, as gaivotas sobrevoam os céus, as nuvens desenham seu nome ao lado do meu.

Abraça-me de corpo e alma, percorro teus pensamentos no silêncio, bálsamo perfumado que de tua alma exala, canção que adocica um poeta que ousa a escrever...


 
Escrever em 22.12.2005.
Por Águida Hettwer


Águida Hettwer
Enviado por Águida Hettwer em 08/01/2006
Código do texto: T95861

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre a autora
Águida Hettwer
Sapiranga - Rio Grande do Sul - Brasil, 42 anos
1260 textos (116576 leituras)
15 áudios (2140 audições)
6 e-livros (2257 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 04:32)
Águida Hettwer

Site do Escritor