Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

MESMO ASSIM

O meu corpo continua aqui
Mas a minha essência
Encontra-se, contigo
Bendito cavalheiro
Doce e eterno amigo!
Tu és a razão do meu existir
A poesia sentenciada de minha vida e alma
O abraço dos meus lábios com o mistério do sorriso.

Os movimentos do meu corpo físico, continuam aqui
Mais o meu coração e o meu espírito estão na tua companhia
Eterno companheiro
Silencioso abrigo!
Tens a canção de minha continuidade
E o comando dos meus sentimentos
Viver para te amar
Eis, a minha finalidade
E o sentido livre de todos os meus pensamentos.
   
Fim desta, Cristina maria O. S. S. - Akeza. 03/06/2000.
Akeza
Enviado por Akeza em 08/01/2006
Reeditado em 15/03/2015
Código do texto: T96041
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Akeza
Canavieiras - Bahia - Brasil, 55 anos
2367 textos (403226 leituras)
59 áudios (108005 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 07:32)
Akeza