Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

De repente o amor

E se eu fechar os olhos agora,
Seu rosto resplandecente virá até mim
E no súbito momento o terei em meus braços,
Como vento, em pensamento.

Te amarei como os amantes não correspondidos
E nesse instante fixarei meus olhos nos teus para sentir...
sua impressão, seu toque, sua paixão e sua renúncia.
Te amarei bem mais do que antes, porque agora estais
entregue aos meus segredos...

Provaste da mesma sensação que eu,pois estamos vivendo um amor cheio de barreiras e proibições e isso faz com que seja mais valioso cada carícia e cada palavra que eu ou você diga.

Ontem pude ver por um momento que tu não me pertencia,
Assim como a lua e o sol, como o dia e a noite e nesse mesmo instante percebi que eras importante para mim,
como a vida e o mar, como esse silêncio que me faz pensar em você e escrever essas frases mortas que revivem perante teus olhos febris que não correspondem as minhas ansiedades.

És fogo que não queima, és secreto como os planetas de Júpiter e é nesse teu mistério que vou mergulhar para descobrir se um dia serás meu.. e se assim for, serei tua, hoje, amanhã e sempre. Somente tua.

SHIRLEY CASTILHO
Enviado por SHIRLEY CASTILHO em 09/01/2006
Reeditado em 13/09/2008
Código do texto: T96354
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
SHIRLEY CASTILHO
Belém - Pará - Brasil
50 textos (4702 leituras)
4 e-livros (1351 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 10:03)
SHIRLEY CASTILHO