Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Poema 0558 - Luz do sol



Não quero perder a luz deste meu sol.
não quero derrubar meu mundo,
seguro com minhas mãos tudo que posso,
não sei por onde ando, estou apenas triste.

Sempre a tarde me escondo junto ao sol,
para não perder o calor, a luz que está em mim,
preservo meus sentimentos a todo custo,
vou na direção que o calor me conduz.

Perdi alguma coisa entre o dia e a noite,
não sinto meus dedos unidos aos outros,
como se as palavras voassem da minha boca
e os beijos, todos foram sem deixar o gosto.

Posso esquecer alguns sentimentos noutro corpo,
mal abri a janela e a pouca luz foi embora,
não sei porque hoje me sinto triste,
sou amor, o para sempre demora um pouco mais.

Volto para dentro dos meus pensamentos,
não sei onde está, onde estavas, antes e depois,
amanhece outro dia após uma longa madrugada,
sentado a beira da janela espero a luz voltar.

10/01/2006
Caio Lucas
Enviado por Caio Lucas em 10/01/2006
Código do texto: T97001
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Caio Lucas
São Paulo - São Paulo - Brasil, 68 anos
4429 textos (116251 leituras)
1 e-livros (166 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 04:15)
Caio Lucas