Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Nas asas da inspiração...

No veleiro solitário em alto mar, navego nas ondas do sentimento, nas trilhas do trem meu pensamento desembarca em cada estação, buscando emoções em cada fim de trajeto.
Vago entre o aroma das flores e mergulho no mais profundo de meu ser, essência flui feito brisa serena que escorre das plantas, molhando o chão.
Aflora em mim, fora de época, todos os matizes de cores, acetinado e macio feito tecido de seda, que desliza lentamente sobre a pele.
Busco no passado a nostalgia e no presente viver dia a dia como se fosse o ultimo de meus dias, saboreando o mais doce dos sabores, o sublime que o amor oferta e desperta no coração, em paredes desbotadas, pinto de cores vibrantes, em teto ofuscado, aquarela salpicada.
Abrindo portas, derrubando cercas farpadas, sou eu enamorada pela vida, e amo sem medida, afago em cada alma  com a rima do verso, o encanto que o amor proporciona aos corações que amam o brilho das estrelas no olhar, o amor satisfaz todos os anseios.
Letra e canção na mesma sintonia, rabiscos em papel, descreve histórias de vidas no êxtase do sentimento.
No silêncio falar com um simples olhar e despir-se diante da vida, num pequeno espaço de tempo.
Quantas luas e serenatas apreciadas, debruçada na janela da ilusão.
 
 

Escrito em: 02.08.2005
Por Águida Hettwer
Águida Hettwer
Enviado por Águida Hettwer em 12/01/2006
Código do texto: T97773

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre a autora
Águida Hettwer
Sapiranga - Rio Grande do Sul - Brasil, 42 anos
1258 textos (116354 leituras)
15 áudios (2138 audições)
6 e-livros (2257 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 09:50)
Águida Hettwer

Site do Escritor