Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

JAMAIS PENSO OU DIGO:


Jamais penso ou digo:


Jamais peço, ou digo, o que deves fazer.
Apenas peço, que sejas feliz, isto e tudo.
Se não for a meu lado, talvez seja outro.
Aquele, que a fará feliz, nisso podes crer.

Eu não quero ser, seu cárcere, seu algoz.
Eu apenas quero ser, não, a outra metade.
Mas o homem, que, preencheria tua vida.
Nos momentos ruins, dando-lhe felicidade.

Jamais pediria, ou imploraria, por teu amor.
Apenas pediria, para viver hoje, não amanhã.
Pois, o amor não espera, na próxima esquina.

Jamais penso ou digo, que o amor não existe.
Apenas penso e peço, que tenhamos a certeza.
Deste amor, este amor, que tanto nos fascina.




Volnei Rijo Braga
Enviado por Volnei Rijo Braga em 13/01/2006
Código do texto: T98121
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Volnei Rijo Braga
Pelotas - Rio Grande do Sul - Brasil, 69 anos
2314 textos (147468 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 18:18)
Volnei Rijo Braga