Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Por que não estas...

Minh´alma vaga em rua sem saída, a sua procura, pousando na janela tua, fazendo serenata, cantando suavemente, feito a brisa que passa no frio da espinha, provocando arrepios.
Por que não estas a minha espera, estou eu debruçada, fazendo companhia à lua.
De meus lábios, somente murmuram palavras vazias sem a sua companhia, por que não estas...
As noites, já ofuscadas sem o brilho de teus olhos, carregam-me no colo, vem sem demora.
Sem o carisma do teu riso, sou peixe fora d´água, galhos secos quebradiços sem vida, por que não estas...
De braços abertos, e de peito aberto, esquece o resto, o universo conspira contra mim, sem a sua companhia, a chuva cai repentina, molhando meu corpo, mergulho em minhas entranhas na busca de fragmentos teus, apenas restou uma gotícula da essência de tua alma, misturada com a minha, fixada na pele, ainda sinto teu gosto, teu aroma inunda o ar que respiro a lembrança está viva na mente, por que não estas...
Sou estrada vazia, sem destino, sem suas mãos entrelaçadas nas minhas, o frio da solidão invade meu ser, no fitar de meus olhos, decifra o que penso, explode em meu peito o belo dos sentimentos, aflora no toque delicado dos meus lábios nos teus.
Minhas lágrimas deságuam no riacho das ilusões, não espera que seque em mim, o anseio de vê-lo, do céu ainda restou à lua.
Por que não estas...
Do meu lado, contando estrelas, trazendo no peito um coração batendo na mesma sintonia, dê-me sua mão, em sorrisos de esplendor, de alma despida, vencida pelo amor.
 
 
 
 
 Escrito em: 03.09.2005
Por Águida Hettwer

Águida Hettwer
Enviado por Águida Hettwer em 14/01/2006
Código do texto: T98887

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre a autora
Águida Hettwer
Sapiranga - Rio Grande do Sul - Brasil, 42 anos
1260 textos (116552 leituras)
15 áudios (2140 audições)
6 e-livros (2257 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 07:47)
Águida Hettwer

Site do Escritor