Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Nova Jerusalém




Sementes são germinadas nos solos de mim,

espalham suas raízes

e em pleno gozo, amo!


 

 

Carrego no ventre o sol, tenho meus olhos nas faces da lua

nua desprende-se do céu renegando a majestade concebida

e sorri em paixão amando o mundo em total clemência.

Fora do espaço tenho o tempo em dormência,

é meu o canto que grita ecoando aos quatro ventos

quebrando as correntes que me prendiam as vidas restritas.

 

 

Rastelo de luz em solo que fecunda paz, sementes ao vento,

jogadas, germinam espalhando raízes nas terras de mim.

Agarro-me ao cometa sobrevoando em ares de liberdade,

solto meu grito, hino altruísta em roupagem de amor

Inebriando os sonhos tomam forma no corpo que pede mais,

no gozo que alimenta a vida de todos e se entregam de forma voraz.

 

 

Fogo e paixão sela o corpo insano do arcanjo,

 desprendendo-se de suas asas busca amores que o liberte de remorsos.

Troca as peças no tabuleiro e governa seu destino com total desprendimento,

sua crença, sua origem, pisando o chão, entregando-se a terra que o abraça,

como filho que retorna em glória dos amores já vividos,

apenas o cheiro que no corpo ainda exala...

 

 

 10/01/2006

Caio Lucas
Enviado por Caio Lucas em 16/01/2006
Código do texto: T99391
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Caio Lucas
São Paulo - São Paulo - Brasil, 68 anos
4429 textos (116244 leituras)
1 e-livros (166 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 14:44)
Caio Lucas