Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

DERRADEIRO ADEUS

NASCEU BONITA, ROBUSTA
DEMONSTRAVA ESPECTATIVAS
EM POUCO TEMPO EXPLOSÃO
SURGIU NOSSA PAIXÃO


CORAÇÕES ALIMENTADOS POR CARÊNCIAS,SOLIDÃO
AINDA ASSIM INDICAVAM ESPERANÇAS...
ENTENDIMENTOS, PALAVRAS A DISTÂNCIA
COM O TEMPO ENTRELAÇAMOS NOSSAS MÃOS


O QUE MAIS SE FAZIA SENTIR
NÃO ERAM AS MÃOS ENTRELAÇADAS
MAIS OS CORAÇÕES, PELA VIDA, FRAGMENTADOS
A PROCURA DE QUEM PUDESSE AMÁ-LOS


APÓS TANTAS ALEGRIAS
TANTOS ENCONTROS ABSTRATOS
HOJE POR OBRA DO DESTINO
NOSSA PAIXÃO MORREU


MORREU DE FORMA RÁPIDA
DO MESMO JEITO QUE NASCEU
SÚBITO, FRAÇÃO DE SEGUNDOS
TÃO REPENTINO QUE O PASSAMENTO CONTAGIOU A NATUREZA
O CÉU FEZ CHUVA CAIR
COMO MEUS OLHOS, QUE TAMBÉM ESTÃO A SENTIR...


O QUE FAZER AGORA?
SEM NINGUÉM PRÁ ME ESPERAR MESMO NO IMAGINÁRIO
SEM MINHA FONTE INSPIRADORA
SEM AQUELA PAIXÃO QUE JULGUEI IMORREDOURA?


DERRADEIRO ADEUS DO QUE NÃO ACONTECEU
DO BEIJO E ABRAÇO QUE NÃO SE DEU
DO SONHO QUE NÃO AMADURECEU
POR FIM, LACÔNICAMENTE MORREU
SEM UM VERDADEIRO ADEUS.....

Visite:
http://www.recantodasletras.com.br/autores/wilsonocarvalho








Wil
Enviado por Wil em 16/01/2006
Código do texto: T99449
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Wil
São Paulo - São Paulo - Brasil, 81 anos
2613 textos (84505 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 11:58)
Wil