Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

DESILUSÃO

Em vão procurei
não sei bem o quê
talvez a razão
do caminhar desfeito


Corri atrás do inexistente
atrás de sonhos e fantasias
colhi ilusões e frias decepções


O tempo passou
não sei mais sorrir
levaram tudo, vejam só!


A esperança, equilíbrio da harmonia
debatendo-se foi amordaçada, contingências...
prostou-se às adversidades da existência.


Meus braços outrora tesos
vigorosamente abrigavam teu corpo
hoje vivem tateando...sombras do passado morto.


O coração em estado ditoso
mal amado, despojado de suas ternuras
não resistiu as maldosas arranhaduras


Enfim, implacável rendição
capitulei à uma imposição:
continuarei no cenário da vida...



Visite:
http://www.recantodasletras.com.br/autores/wilsonocarvalho
Wil
Enviado por Wil em 16/01/2006
Código do texto: T99452
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Wil
São Paulo - São Paulo - Brasil, 81 anos
2623 textos (84607 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 15:51)
Wil