Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

LÁGRIMAS AO VENTO

   LÁGRIMAS AO VENTO ...
          ( a antítese dos conselhos )
  EM:11.jun.1999 às 19:18:35
 


Não pude ignorar suas lágrimas, nem sua abatida face ...
Ao  ver sua triste tristeza, me entristeci ...
Nada pude fazer ... Apenas algumas tolas palavras, falar ...

Perguntei-lhe se lágrimas ao vento algo valiam ?
Sua resposta foi o esperado e por mim comprovado “não” ...
Porem, agora no momento faço a antítese de meus  conselhos ,
Que de certo modo a pouco confortaram uma menina ...

E agora vagas lembranças voltam a tona ...
Havia jurado para mim, não mais chorar
Mas persisto, e é assim que alimento as palavras que estou escrevendo

Lágrimas ao vento purifiquem minha dor .
Ajudem este poeta a desfrutar de uma vitoria
Pedindo por tudo que estas lágrimas que ao vento, hoje jogo
Amanhã possam ser meu merecido sorriso .
 
Danilo Vasconcelos
Enviado por Danilo Vasconcelos em 17/01/2006
Código do texto: T99946
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (DANILO VASCONCELOS www.recantodasletras.com.br/autores/danivasconcelos). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Danilo Vasconcelos
São Paulo - São Paulo - Brasil, 33 anos
188 textos (11227 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 00:27)
Danilo Vasconcelos