Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Como o samba de Baden

hoje o dia nasceu sangrando
de um vermelho borrifado no horizonte
como se entregando para a próxima geração

hoje os pássaros orquestrais amanheceram mudos
de uma voz mastigada e ingesticulavel
como se não houvesse mais motivo são

para encontrar os pontos finais
entre as aspas desse eterno borrão

de prima e bordão, a vida triturada
entre maços de concreto e paredes de alcatrão.
Augusto Guimarães
Enviado por Augusto Guimarães em 25/01/2006
Código do texto: T103758
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Augusto Guimarães
São Bernardo do Campo - São Paulo - Brasil, 29 anos
39 textos (2181 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 22:37)
Augusto Guimarães