Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

HERMÓGENES




Que alma é  essa
que  exala sons divinais
cheio de arpejos e redondilhas
sorrindo leve à brisa  ?

Será da flor transformada
ou de balsâmica rara semente ?
ou será de um pequenino anjo
sem asas , essa alma será ?

Vem talvez lá do mar ,
posto que o mar é incessante,
talvez das nômades dunas,
posto que são mansas,sábias,pacientes!

Que alma ditosa é essa
que é lírio , que é rosa,
que afaga,que chora,que ri,
que é aço , que é água ?

Será de gente essa alma
ou de um frágil colibrí
que insiste sobre espinhos,
não desistindo da flor ?

Despojada sim , de orgulho
transbordando de paixão,
que por vezes suprime a dor que sente
pra sentir  a de um amigo !

Donde vem essa alma
já em salmos cantada ,
que já muitos sóis e luas
carrega em sua jornada ?

Existirá outr'alma tão *Satva
debutante à cada olhar ,
alma assim vestida em luz
Nesse corpo a palpitar ...?


SBC-SP-21/10/2005
autor-José Alberto Lopes .

* José Hermógenes , um dos maiores representantes do Yoga
no Ocidente ! Ex-professor de Filosofia,História do Brasil,
O.S. e Política do Colégio Militar do Rio de Janeiro .

* Satva , o equilíbrio entre a letargia e a superatividade !
José Alberto Lopes
Enviado por José Alberto Lopes em 11/02/2006
Código do texto: T110649
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
José Alberto Lopes
São Bernardo do Campo - São Paulo - Brasil
594 textos (36550 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 20:08)
José Alberto Lopes