Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Pobre Mulher Maravilhosa

Como poderei viver se tua ausência me persegue?
Como poderei sorrir , se a estupidez  toma minhas formas e encarna meu rosto?
Eu sinto tanto medo de partir,
E te deixar feliz
Pois o mundo seria incapaz de te conceder meus pensamentos doces.
Mas em outro caso, eu rezo..
E peço a Deus que você nunca me abandone,
Pois o teu adeus seria minha morte, sem nenhum prestígio.
Em teus olhos azuis eu vejo o mundo... Tão bonito
O mundo que sonhei, antes de por meus pés neste universo
Mesmo antes de entender tuas palavras e teus vícios
Teus vícios perdidos e perversos.
Ah! Quanta dor me invade quando lembro da tua tristeza
Penso, quanta injustiça fizeram contigo, pobre mulher maravilhosa
E quanta frieza , fez de ti o ser mais iluminado
Que eu admiro a tolerância  e por tudo o que há de mais sagrado
Mas até quanto ei de angustiar teus passos?
E teus planos, frustrados
Eu preciso fazer parte deles
Antes que meu rumo seja tomado,
Pela culpa de não enxergar a solidão nos teus olhos
Mesmo estando, o tempo todo ao seu lado.

                       Dedicado à Gessy Gottschalk Petzinger
Deibby Petzinger
Enviado por Deibby Petzinger em 02/03/2006
Código do texto: T117657
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Deibby Petzinger
Canela - Rio Grande do Sul - Brasil, 31 anos
25 textos (1297 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 07:57)
Deibby Petzinger