Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ROSA DO JARDIM. (À ROSA PENA )

Rosa do jardim,
Cravo do vaso,
Lírio dos campos,
Artificial flor da cidade.
Que a flor não tem lugar,
Época, sentimento e idade?
Que flor descobre vida,
Dor, alegria e saudade.

Por que flor é sempre bela,
Seja rosa, roxa, amarela,
Por que tantas etecéteras,
Por uma só flor em festa,
Pois digo seu nome:
- É Rosa.

Sempre alegre, amando, etc.
Sempre triste, chorando, ect.
É vida,
Ó Rosa.
Fazei das pétalas alegrias,
Tantas em vida contidas,
Fazei o belo ter nunca fim,
Como Rosa de jardim.

    (D`Eu)
Sidnei Levy
Enviado por Sidnei Levy em 23/04/2005
Código do texto: T12708
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Sidnei Levy
Campinas - São Paulo - Brasil, 71 anos
298 textos (20817 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 16:11)
Sidnei Levy