Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

POETA

Com sua imaginação
Começamos á viajar...
Ler, acordar, refletir...
Pensar que há
Entre o não gostar e o amar.

Poeta seu coração
Sempre irá sonhar, existir, viver,
Nunca vai se alterar,
Nem mesmo ao morrer;
Só desfalecerá
Quando deixar de amar.

Segue sua sina áspera,
Tendo como lema
O espelho do passado;
Muitas vezes ama!
Não sendo correspondido,
Mas mesmo assim
Traz ondas de esperança,
Pois, ainda acredita,
Nos dons adquiridos.

Lembra de outrora,
Olhos verdes da Margarida,
Entre a mesa do bar e o decote da selva,
Exibe os seios,
Espancando-lhe a vida
Instigando incorruptivo anseios.

Disfarçado...
Olha levemente para aquele foco,
Deseja o corpo sem pecado,
Coberto com vestido,
Tecido liso,
Mangas e polpas...
Bem franzidas,
Só de fotografar,
Sente na alma um bem estar,
Esse nécta das frutas,
Que sempre quis blindar.

Apaixonado...
Tem saudade de sua história,
Mas, não divide com ninguém,
E nem os seus ideais
Com aqueles que não os tem.

Se não conhece
O íntimo do poeta,
Não julgue
Pela aparência;
Nem pelo título de suas poesias,
Vinde ao Recanto das Letras
Partilhe de suas fantasias.
Alci Santos Vivas Amado
Enviado por Alci Santos Vivas Amado em 04/04/2006
Reeditado em 04/04/2006
Código do texto: T133506

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, fazer uso comercial da obra, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Alci Santos Vivas Amado
Mimoso do Sul - Espírito Santo - Brasil, 71 anos
238 textos (31036 leituras)
2 e-livros (136 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 01:22)
Alci Santos Vivas Amado