Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

DE TROPAS, TRAÇOS E TRAPOS

(aos irmãos poetas da União Brasileira de Escritores/MS)

A comitiva de arautos andeja asfalto e campo.
Traça sobre nós o pantanal de idéias.

É tropa carcomida de palavras.
A estrada é o infinito.
Olhos farejam a 100 km.

Há um apara-brisas
navegando nos cabelos e ventos.

Chuva é o norte de verdes,
árvores, desafios
para a linha de chegada.

Lentamente, bois ruminam
o berrante louco: pantaneiros insetos
de Manoel de Barros.

Formigas armam o arsenal de inverno.

É plástico viril o capital da palavra.

– Do livro BULA DE REMÉDIO, 2004/2009.
http://www.recantodasletras.com.br/poesiasdedicatorias/140589
Joaquim Moncks
Enviado por Joaquim Moncks em 17/04/2006
Reeditado em 09/09/2011
Código do texto: T140589
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Joaquim Moncks). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Joaquim Moncks
Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Brasil, 70 anos
2581 textos (709683 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 12:12)
Joaquim Moncks