Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Eterno Curumim - Preto Jota

Como Orfheu
Sinto a sua partida
Lembro de cada palavra
Cada gesto, cada olhar
Sua estrela nunca apagará
Enquanto nessa terra alguém lutar
Não ouço sua voz
Mas dentro de mim pulsa um coração
Que bate em forma de canção
No momento um tanto melancólico
Como chuva no fim de um dia de verão
Olho para o céu e vejo seu sorriso
Nunca o esquecerei era tão menino
Agradeço todo dia por ter tido oportunidade
De conhecer alguém que não tinha vaidade
Aonde estiver penso em você dormindo
Não me acostumo, fazer o que?
A vida tem disso...
Difícil conviver com a verdade
Mas no meu peito tudo é saudade
Sinto falta de ter dito, o que não disse
Passou na minha vida como cometa
Riscou no meu céu
E transformou-se na maior estrela
Aquela que mais brilha no alto
A lágrima dos meus olhos secou
E ficou uma ferida aberta
Dessa que não tem cura e nem cicatriza
Te guardarei dentro de mim
Enquanto na terra houver flores de jasmim
Você será um eterno curumim.

(Dedicada a amizade sincera do Anjo 45 - Preto Jota do Grupo de Rap Sabedoria de Vida - z/s de São Paulo, vítima da violência urbana de nossa sociedade, deixou muita saudade e muita lição de humildade. Muitos não entendem o valor de um amigo e vc era um cara que prezava a amizade, seremos amigos até o meu fim, assim como vc foi meu amigo até o seu último suspiro. Fica na paz guerreiro!).
MJIBA
Enviado por MJIBA em 04/05/2005
Reeditado em 19/05/2005
Código do texto: T14746
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
MJIBA
São Paulo - São Paulo - Brasil, 33 anos
26 textos (3237 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 22:02)
MJIBA