Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Minha Mãe

Do seu ventre fui dona,
E muitos outros se apoderaram
Muitos mesmos... Desfrutávamos deste aconchego
E ao sinal da mãe natureza, trocávamos o colo interno
Pelo abraço terno...

Seguimos seguros,
Todos com pouca idade,
O maior ajudando o menor,
O menor a espera de outro ainda...

Teu ventre mãe gerou filhos teus!
Teu coração, porém foi mais além,
Recebeu os que foram gerados pelo acaso
Que por um acaso chamado Deus, você acolheu...

Muitos filhos,
Muitas noites de sono,
Muitas contas do terço,
Muitas esperanças
Muita entrega
Muita fé e,
Muitos também já eram os anos de caminhada,
E o cansaço parecia pedir muito pelo descanso,
Pelos "muitos" que sempre fora sua vida mãe...

Aquele Acaso tão companheiro teu, mãe...
Em que você tanto Confia,
Confia-te mais um filho...
Sabe mãe, a tua resposta
Fez-se para mim oração:
"Eu faço minha parte, pois sei que Deus fará a Dele..."

É minha mãe,
Não tem Maria no nome,
Mas tem nome de santa.
Helena, minha santa mãe!
ziza Silvestre
Enviado por ziza Silvestre em 01/05/2006
Reeditado em 13/06/2006
Código do texto: T148638

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
ziza Silvestre
Ourinhos - São Paulo - Brasil, 53 anos
217 textos (14087 leituras)
1 e-livros (52 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 08:41)
ziza Silvestre