Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

À Dona Carmém Lúcia

Teu coração é sol que na manhã irradia,
favo de mel pendente no galho,
é para o dia o sol, é para a vida o dia,
no jardim é o cálido e tênue orvalho.

Nesse nosso mundo néscio e tão pequeno,
na soturna noite inerte arrefecida,
é a imagem de um luar sereno
que recordaremos da noite vivida.

Teu coração é bela flor do vale,
viçosa, colorida, erguida ao céu de anil,
é um pedido ao meu que não se cale
e grite à esse mundo vil:

--- Há um coração que é luz acesa,
ali há paz, suas armas, todas, desarmem,
contemplem o brilho e a grandeza
que há no coração de Dona Carmém!

Recife-PE, 7 de Janeiro de 2006

Poema dedicado à uma Sra. merecedora de mil poemas para cada hora de sua vida. Extremamente culta, humilde, bondosa! Assim
é Dona Carmém Lúcia.
Júlia Carrilho Lisieux
Enviado por Júlia Carrilho Lisieux em 02/06/2006
Reeditado em 30/07/2008
Código do texto: T168096

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Júlia Carrilho Lisieux
Brasília - Distrito Federal - Brasil
33 textos (2081 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 11:06)
Júlia Carrilho Lisieux