Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

M.E. - Movimento Estudantil


Bagunço,
polemizo,
anarquizo,
...chororô!
Grito,
falo,
discurso!
Sou filho da puta e...
poeta.
Carrego em meus versos,
as rimas da coragem
a poética dos esquerdistas,
a ética dos revolucionários,
a ingenuidade dos otários,
o verso e a prosa dos radicais,
a mística do futuro incerto
e a certeza do registro nos anais.
Pela história, a "História do Brasil",
um gesto a mais;
Ainda nem me lembro da vanguarda anarquista
com seus gritinhos banais;
daquele tempo
em que por aqui
não se falam... jamais!

Carrego o romance dos conservadores,
o carisma dos estadistas
e o canto dos liberais.

Sou uma democracia completa,
pura,
e simplesmente bela.
Se acaso,
cavo uma sepultura,
contemplo a ira dos mortos-vivos e
o ocaso da cultura,
corroendo
a informação do povo.
Sou um sujeitinho chato
feito carrapato...
ah! mas não sou mala sem alça!
Pareço um poço de conhecimentos, chupando,
e mamando no socialismo,
da cordilheira geral que move
o sentimento da humanidade.

Arrebato o sectarismo político
e ignoro o comunismo,
mas não mando pra puta-que-pariu
nem minha nação
nem a Bandeira do Brasil.
Por onde andar os justos,
por onde andar a humanidade serena e sensata,
andaremos juntos...
e, mesmo calados,
se nos trancafiarem calados,
ainda assim
cantaremos a navegar pelos calados e proas
de todos os navios errantes,
os nossos versos sinceros,
que serão lidos
em lindas noites
de luar...
no exílio, onde estiver!


“Homenagem a todos os que lutaram pelo fim da ditadura militar”

AVIENLYW
(7/9/1977)

WILDON LOPES
Enviado por WILDON LOPES em 17/06/2006
Código do texto: T177261
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original ("você deve citar a autoria de AVIENLYW e o site www.wildon.com.br"). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
WILDON LOPES
São Paulo - São Paulo - Brasil, 57 anos
269 textos (14461 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 07:45)
WILDON LOPES

Site do Escritor