Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Fui por ti enfeitiçada
Em teu coração se fez
Minha prisão de portas abertas,
Donde não ousa sair!

O que me fizeste senhor?
O que mais de mim queres?
Se meu corpo e alma;
Lhe entreguei com ardor?

Porque não ouso em sair
Desta tua prisão,
Chamada coração!
Já que grades não ha?

És Bruxo, senhor?
Que treme-me a carne
Com teu comando de amor...

És um Bruxo, senhor?
Que me dás gemidos longos
Com o simples toque
De teu cajado em meu corpo...

Quem és tu,
Que todos os dias me alimenta com teu canto,
Que me fascina ao levar-me por florestas
Nunca antes conhecida e me toma como tua
Na luz da lua!?

Na verdade senhor!
Não quereis saber quem tu és...
Serei tua escrava de puro amor,
Cigana e feiticeira a lhe alimentar os dias!

Ah! Senhor!
De fada quereis ser Bruxa,
Para amar-te com insanidade aflorada no clarão da lua,
Que nem a fogueira santa há de matar o que nesta alma
Tu atiçou com magia pura de Eras!
MoneCat
Enviado por MoneCat em 20/06/2006
Código do texto: T179064
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, criar obras derivadas, desde que seja dado crédito ao autor original (Direitos autorais à Simone Teixeira do Carmo) e as obras derivadas sejam compartilhadas pela mesma licença. Você não pode fazer uso comercial desta obra.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
MoneCat
Belém - Pará - Brasil, 38 anos
2206 textos (296048 leituras)
72 áudios (9473 audições)
4 e-livros (1079 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 27/05/17 03:23)
MoneCat

Site do Escritor