Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SÃO PAULO, MEU VÍCIO E PRECIPÍCIO

sou pedra/concreto
da cidade parte
televisão, guitarra
escarros na calçada
cachaça, baseado de mão em mão
na praça no beco
sou soma de sins
e muito mais nãos
há beijos e abraços
mesmo na lotação
afagos apertados e aflição

tudo é parte
sou pedra da cidade
edifício/ babel
céu cinza, sinal vermelho
sambo reggae e baião
no forró, no toque
tem funk sobre a laje
rock de garage

um só coração
que bate que se abre
avenida é um corte
Ipiranga, São João
sigo cego reto coerente
a mente do poeta não mente
como os versos de Salomão
sou cidade
sãopaulo me consome meu consumo
tira-me o meu sumo
dá-me o pão e a loucura de cada dia
aqui eu planto no asfalto
me mato procrio rio e choro
 amo reclamo mas não arredo pé
Célio Pires de Araujo
Enviado por Célio Pires de Araujo em 26/06/2006
Código do texto: T182812

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (autoria de Célio Pires de Araujo). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Célio Pires de Araujo
São Paulo - São Paulo - Brasil
1075 textos (32936 leituras)
2 e-livros (236 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 23:18)