Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Amálgama

Era uma vez um ser belo e invisível

surgiu de manso, bem ao lado meu!

E vinha falar de um amor impossível

que já renascia de um "já aconteceu"!...

E já aconteceu num passado plausível;

e reapareceu num presente indizível,

deste insano enredo, tão meu e tão seu!...

A sua beleza é tão inexprimível,

que rouba-me até a noção do meu eu;

seu olhar de ontem, tão triste, insensível

cobra um tempo nosso que foi, se perdeu!...

Pois era uma vez um ser lindo, temível:

toda a sua vida, a minha absorveu!

E a minha, de dois, fica indivisível:

amálgama, sina, do ser meu e teu!...

Com amor,
em maio de 1986

DIREITOS AUTORAIS RESERVADOS. PROIBIDA A REPRODUÇÃO, CÓPIA OU PUBLICAÇÃO SEM A AUTORIZAÇÃO EXPRESSA DA AUTORA.




Christina Nunes
Enviado por Christina Nunes em 21/07/2006
Reeditado em 26/09/2006
Código do texto: T199010
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Christina Nunes
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
569 textos (125861 leituras)
8 e-livros (5720 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 05:59)
Christina Nunes