Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

AS MULHERES CABISBAIXAS

As mulheres andam nas ruas...

pesadas e cabisbaixas...

E eu penso: O que será que as oprime?

Será que são os homens?

Ou será que que são as angústias do dia-a-dia?

As decepções que vêm com o amor, com  o fogão, com a

maternidade?...

As desgraças das ruas e dos povos?...

O pavor!

Não era prá ser assim!

O fogão, os homens, a maternidade...

Isso tudo é o amor, o próprio amor.

E as mulheres cabisbaixas e oprimidadas

não entendem o seu valor.

Se soubessem, se entendessem que elas são o começo de

tudo...no amor.

E o fim de tudo...no pavor.

Andariam de cabeça erguida.

E sorrindo para o amor...

E do pavor que as oprime...


Perla Madra
Enviado por Perla Madra em 24/07/2006
Código do texto: T200849
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Perla Madra
Imbituba - Santa Catarina - Brasil
133 textos (7698 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 10:40)