Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SE •••

 
Se eu tivesse o mar, te daria
Se pedaço do céu possuísse, era teu
O canto dos pássaros gravaria, prá ti
O calor da areia aqueceria teu corpo
A brisa da manhã somente teus cabelos soprariam
A fantasia dos sonhos seriam reais
Num vôo ousado roubaria um raio de sol
e te daria de presente

Adorando quando zombasse de minhas pernas tortas
Ou de minha irresponsabilidade
Se isso fosse pretexto para ouvir tua voz
Não haveria mais cara amarrada
Nem cansaço ou birra
Apenas sossego e paz interior.
 
Isto é visão lúdica
Mar não tenho
Apenas pequeno oásis, gota de lágrima vadia
Onde podes aplacar a sede
Céu o único que possuo é turvo
Sem estrelas, plúmbeo
O cantos dos pássaros não os ouço
Só da pequena cotovia errante
Que insiste em me consolar

A areia da praia soprada pelo vento da dúvida
Virou cristal, vidro frio e insensível
O raio dourado é pardo e opaco
Minhas pernas ao invés de tortas são cambaleantes
A cara está amarrada
Mil semblantes, diversas rugas na testa franzida
E a PAZ abalada

JOAO DE DEUS VIEIRA ALVES
Enviado por JOAO DE DEUS VIEIRA ALVES em 26/07/2006
Código do texto: T202754
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
JOAO DE DEUS VIEIRA ALVES
Eldorado do Sul - Rio Grande do Sul - Brasil, 54 anos
216 textos (80390 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 00:39)
JOAO DE DEUS VIEIRA ALVES