Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto




Gerando um poema... 


Linhas hão de dar-me forma eu suplico,
alimentem-me de palavras em alento!
Nutrindo olhar da alma aquém dedico,
eu temo o poeta infame e desatento...

Que da pena abusa, semeando suplício
aprisionando suas lamurias no escrito.
Entorpecendo o imuundo precipício,
Sangrado orgulho inseminando grito...

Cante-me um mantra, é do que preciso!
Harmonize o espírito pro nascer bonito .
Eliminado as grades do seu eu conciso,
abra celas da alma pois é ai que habito...

Como ousas ser poeta e não tens juízo ?
Se drogas nas noites, e se diz lúcido, 
A parir num papiro o que a ti regozijo ,
Anestesia seu templo, e isso é lúdico?

Blasfemas com letras o dom concedido !
Arilada água que banhas oh! Limbo,
rios de pétalas que nadastes iludindo, 
imolando sopro criador por ti concebido,

Não é forja de tortura  sua  mente é primorosa
foste escolhido, pra semear amor em palavras ,
pastorando a seara literária, é o poeta a flosa !
Despertas, vigiais o rebanho pra quem lavras...

Hão de te buscar para aplacar a ira ,
secando as lágrimas, aliviando feridas.
Esteie aperolando a quem me queira
pois sou um balsamo em tuas vidas!

Apronte-se para meu parto em rimas
sanando  dores nas gramas ressequidas
cubra de luz seu manto,  e luza as crinas ,
dei-te as estrelas, por nós perseguidas...

Ensurdeça pro cantar do esquálido
tropeço,  e  purifique "o verbo " versado
afagando a humanidade, poeta querido... 
Em ti  mora um Deus, não um combalido! 

Habitante das trevas de seus medos.
Curve-se à luz de seu ser suprimido,
Não permita te suguem em degredos...
Que é chegada hora de estar comigo.

Prepare-se, aspire e respire profundo
Sinta pulsar meu viver em ti, é poeta!
Surgirei de ti em ti clareando o mundo,
sua meta? Poema que ao nascer profeta...


“A Poetisa dos Ventos”
Deth Haak
28/7/2007 

O que contamina o homem, não é o que entra pela boca, e sim o que sai da boca! Infectado pelo ácido do mal pensar!
       Valei-me Arcanjo Miguel!!!!

Obs: Recomendo a leitura, "Sangra Coração"
Deth Haak
Enviado por Deth Haak em 29/07/2006
Reeditado em 29/07/2006
Código do texto: T204771
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Deth Haak
Natal - Rio Grande do Norte - Brasil, 57 anos
547 textos (65345 leituras)
50 áudios (9714 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 04:04)
Deth Haak