Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Para Anna DCastro

Para a amiga portuguesa Anna, o lindo soneto de Florbela Espanca:

TEUS OLHOS

Olhos do meu Amor! Infantes loiros
Que trazem os meus presos, endoidados!
Neles deixei, um dia, os meus tesoiros:
Meus anéis, minhas rendas, meus brocados.

Neles ficaram meus palácios moiros,
Meus carros de combate, destroçados,
Os meus diamantes, todos os meus oiros
Que trouxe d'Além-Mundos ignorados!

Olhos do meu Amor! Fontes...cisternas...
Enigmáticas campas medievais...
Jardins de Espanha...catedrais eternas...

Berço vindo do Céu à minha porta...
Ó meu leito de núpcias irreais!...
Meu sumptuoso túmulo de morta!...

Florbela Espanca

P.S.: Anna, estive em Vila Viçosa para conhecer a cidade onde nasceu Florbela e visitar o Cemitério onde repousam os restos mortais desta grande poetisa portuguesa.
fernanda araujo
Enviado por fernanda araujo em 01/08/2006
Código do texto: T206612
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
fernanda araujo
Divinópolis - Minas Gerais - Brasil
1058 textos (204290 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 02:38)
fernanda araujo