Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

PAI

Pai; hoje lembrei de você
E queria muito que estivesse aqui ao meu lado
Sei que a distância que nos separa é imensa
Porém também acredito que o amor a diminui
Hoje, e somente hoje, depois de tu ter partido
É que percebo a falta que me faz
Acho que nunca te dei o valor que tu merecias
Porém assim como você, percebo que sou seco
Que não consigo expressar meus sentimentos em relação ao meu filho
Acho que é herança genética, ou talvez medo de que com tamanha aproximação ele perceba que sou fraco e não aquela rocha que aparento ser;
Acredito que este também fosse seu medo em relação a mim ou talvez sua vida agitada na marinha não o deixasse tempo para brincar comigo
Pai; lembro hoje, aqui, agora
Dos sermões que me passava e os quais não queria e nem gostava de ouvir
E daí percebo que sou seu reflexo
E me vejo refletir em meu filho
O qual age comigo tal qual eu agia em relação a ti
Pai, sempre tive orgulho de você e sei que tudo que me dizia era para o meu bem, pois sua experiência de vida
O guiava a querer o melhor para mim, assim como hoje quero e busco o melhor para meu filho
Lembro quando resolvi ser feirante, tu não sabia onde enfiar seu rosto, sua preocupação com que os vizinhos iriam falar, pois tu não admitia que um filho de um oficial da marinha fosse ser feirante
Porém, tu me viu vencer e depois se orgulhou disto
Tinha prazer em parar na feira, na minha banca e ficar me vendo trabalhar, lembro de uma vez que te deixei lá por um tempo para poder ir buscar algo em casa
Pai tivemos nossas brigas, mas também tivemos nossos momentos de amizade, ternura e carinho
Pai só queria que soubesse que aos poucos estou conseguindo vencer, e que ontem consegui dar meu primeiro passo em relação à área de perícia que sempre quis atuar e a qual tu me levou para fazer inscrição no dia de tua partida
Pai, queria que tu estivesses aqui para me ver vencer, por mim, por você e por meu filho
Queria ter a certeza de que sentes orgulho de mim
E de que está feliz por mim.
Pai, hoje mais do que em qualquer outro dia
Eu lembrei de você...
Jorge Santos
Enviado por Jorge Santos em 13/08/2006
Código do texto: T215487
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Jorge Santos
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 47 anos
93 textos (4627 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 13:11)
Jorge Santos