Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A TUDO QUE A BeLeZa NOS PROPORCIONA

Ao passo que os amores nascem
Inconscientemente
A beleza é cobrada.

Diante de uma oportunidade única
De se conseguir um emprego
A beleza, obrigatoriamente
Se faz necessária...
Substituindo algumas vezes
O caráter, a capacidade
De produção.

A matéria é despresível!
Pó e ossos?
São efêmeros!

A que importa se Sou feio?
Ou se,
Com uma bandeira do Brasil cobrindo o rosto,
Passo despercebido?

Pouco importa abeleza exterior
As flores mais belas são raras
E sua beleza é fugaz...

Mas a essência de seu perfume
Permanece atrelado ao vento
Diretamente proporcional
Ao valor que se consegue sentir,

Assim como este poema.
Dio Lenno
Enviado por Dio Lenno em 18/08/2006
Código do texto: T219574

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Dio Lenno
Macapá - Amapá - Brasil, 31 anos
211 textos (12929 leituras)
3 áudios (311 audições)
1 e-livros (4 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 15:58)
Dio Lenno