Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

com som em
http://www.moacirindio.recantodasletras.com.br/visualizar.php?idt=221104

Versos com o 'Corvo' de Edgar Allan Poe



(POE)ético Corvo

  é no Teu Amor que me comovo...
eu procurei-Te, cada ano novo,
no meio do Teu helênico povo;
mas, foi um (POE)ético Corvo
que arredou o meu fado torvo:
'tu A irás encontrar, de novo,
regressando ao cósmico Ovo.'

Moacir ad Selena 2004
brilhe a vossa LUZ!

'entrou grave e nobre um corvo dos bons tempos ancestrais.'
'O Corvo' de Edgar Allan Poe, versão de Fernando Pessoa.

******

Sistema Novo

é um sistema novo?
pergunta-me o povo;
talvez torne-se estorvo,
de pé Colombo pôs o ovo,
de pé... farei eu de novo?
a Microsoft vou ver se louvo,
  ou 'nunca mais, disse o corvo!'(*)

(*)'O Corvo' - Edgar Allan Poe

Moacir et Selena 2004
brilhe a vossa LUZ!

micro...soft or hard? asks the Bard

*****

dedicado ao poeta americano EDGAR ALLAN POE

*****

saiba mais sobre Edgar Allan Poe em

http://www.recantodasletras.com.br/ensaios/218027

Moacir et Selena
Enviado por Moacir et Selena em 20/08/2006
Reeditado em 20/08/2006
Código do texto: T221104

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome dos autores e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Moacir et Selena
Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Brasil, 74 anos
736 textos (71195 leituras)
8 áudios (1059 audições)
5 e-livros (2339 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 22:39)
Moacir et Selena

Site do Escritor