Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Boa Vista


Bairro recifense o qual tenho muita estima,
Onde almejo um dia ter minha feliz morada,
Casar, ter filhos, compor uma familia amada,
Projeto no teu solo o meu futuro, a minha vida.

Teus diversos casarios, praças e ruas,
São testemunhas de um importante passado,
Tua tranquilidade, tuas árvores queridas,
Sinto-me estranhamente por ti enfeitiçado.

És o centro cultural e histórico da cidade,
Talvez seja esse o motivo da minha atração,
Sinto o poder dos antigos poetas em ação
Na minha alma, almejam mostrar-me a verdade.

A verdade do valor da nossa relevante Cultura,
Tão esquecida pela população escrava do dinheiro,
Que percorre as tuas ruas para alcançarem o emprego,
E não percebem a beleza dos teus prédios e espaços.

Amada Boa Vista, aguardas, sim, serei teu protetor,
Para que não destruam o teu gigantesco patrimônio,
E que, enfim, esse povo perceba o teu esplendor,
Serei teu homem, teu humilde e empenhado morador.




Todos os Direitos Reservados pelo Autor.
Fábio Pacheco
Enviado por Fábio Pacheco em 29/08/2006
Reeditado em 29/08/2006
Código do texto: T227921
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Fábio Pacheco
Recife - Pernambuco - Brasil
1095 textos (55930 leituras)
10 áudios (233 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 00:20)
Fábio Pacheco