Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Olhar Fatal


Olhar Fatal
============ErdoBastos

Para Nuria Figueiredo (ledalge), amiga e poeta.

Olhos de ver o mundo
De um jeito cheio de graça
Um jeito de olhar, fatal e profundo
Pra um mundo, cuja dor não passa

Poeta, vivaz e altiva
Dois olhos, duas estrelas
De um brilho verde de água-viva
De quem se perde, sem tê-las

Ternura de amiga, amor latente
Criança as vezes, perdida...
Ora triste, ora contente...
Vivendo sempre, com a força da vida

Força de amar e sentir
De olhar o mundo e de ver
Com olhos de colorir
Alegria de em tudo, amor ter

Assim, te vejo e te gosto
Me orgulho por saber
Que somos amigos, e aposto
Que sempre assim, vamos ser....



ErdoBastos
Enviado por ErdoBastos em 02/09/2006
Reeditado em 02/09/2006
Código do texto: T230753

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
ErdoBastos
Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Brasil, 61 anos
789 textos (36907 leituras)
2 áudios (124 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 01:18)
ErdoBastos