Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

TRIBUTO A CASTRO ALVES- O MAIOR DE TODOS

AINDA LIBERDADE...



Ouvi, jornadeiros do  bem,
o canto de hosanas de paz:
-Vencei  a falácia mordaz,
buscando os caminhos do amor!
Ouvi essas vozes do além,
que a bondade inspira e conduz
mostrando os caminhos de luz,
nas sombras do mundo da dor!


Ouvi, jornadeiros  sofridos,
O canto no bem inspirado!
A sombra deixai no passado,
que a luz é presente, é aurora!
Ouvi  todos vós oprimidos,
se  aproxima um tempo novo,
trazendo a esperança d!um povo,
que clama a igualdade que aflora!

Esquecei, jornadeiros do Cristo,
O canto d!alma amargurada;
-Despertai, ó alma cansada,
gritai outra vez Liberdade!
Ouvi! Pois que além do infinito,
longe, das alturas celestes,
muito além das tumbas inertes,
Se alevanta o bem na verdade!

Despertai que a Luz há de vir,
pois o amor é pendão que descerra
a força que move esta guerra,
buscando a vitória final!

Despertai! Já surge o porvir...
Desfraldai a bandeira, altaneiro,
do divino e leal mensageiro,
na luta do bem contra o mal!

Nelson de Medeiros

Midi: Bachianas http://www.nelsonmedeiros.prosaeverso.net
Nelson de Medeiros
Enviado por Nelson de Medeiros em 14/09/2006
Reeditado em 15/09/2006
Código do texto: T240515

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Áudio
AINDA LIBERDADE - Nelson de Medeiros
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Nelson de Medeiros
Cachoeiro de Itapemirim - Espírito Santo - Brasil
493 textos (66314 leituras)
11 áudios (2996 audições)
1 e-livros (184 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 04:13)
Nelson de Medeiros

Site do Escritor