Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Caminhoneiros

Meus amigos Caminhoneiros
Queria uma homenagem fazer
As lembranças da minha infância
Faz-me sempre admirar vocês

Quando era pequenina
Contava os dias para ficar de férias
Quando isso acontecia
Minha mala já estava pronta á espera

Aguardava meu pai chegar
Para com ele seguir viagem
Quando entrava em seu caminhão
Enchia-me de emoção
Foram tantas estradas rodadas
Cada qual com sua paisagem
A alegria era tanta
Que hoje ainda me enche de saudades

Muitas coisas via na estrada
Algumas boas outras ruins
Mais essa profissão é assim
Profissão tão bela. Profissão sofrida
Quantas noites mal dormidas
Na cama da boleia
Às vezes eles nem dormem.
Pois precisam entregar a carga
Alguns tomam rebite
Outros se arriscam na madrugada.
Quantos perigos há na estrada
Desde as estradas emburacadas
Aos assaltos, como eles sofrem
Correm riscos, alguns encontram a morte
É triste quando isso acontece
Quando se deparam com acidentes
O irmão caminhoneiro sente medo
Mais continua a transportar
Para continuar a levar
Comida ao seu lar.
Quando em casa chega
A alegria volta com ele
Pois cada partida é doída
Pois nessas estradas percorridas
Nunca se sabe se ele vai voltar

Obs:
Dedico em especial ao meu pai, meu irmão, meus tios e primos caminhoneiros.
Andreia Cristina Guadagnin
Enviado por Andreia Cristina Guadagnin em 13/06/2005
Código do texto: T24287
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Andreia Cristina Guadagnin
Pariquera-Açu - São Paulo - Brasil, 40 anos
199 textos (20219 leituras)
2 e-livros (138 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 14:46)
Andreia Cristina Guadagnin