Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Só para as atrevidas

Só as atrevidas sobreviverão
As que deixarem os murmúrios
As lamúrias. O muro dos lamentos
E uivarem na porta dos lobos maus aflitos

As que derrubarem barreiras
Preceitos pseudo-religiosos
Só as atrevidas serão bem-vindas
Ao hoje da nova realidade
Dessa idade de abismos
Que levou o mundo para o precipício

Só as atrevidas poderão mudar o rumo
Começar o novo
Quebrar tudo
Preconceito quebrou não tem conserto
Não cola mais
Porque não se justifica
Não tem lógica
É uma mágica macha
Explicada como desígnio de Deus

Da costela de Adão
Não nasceria submissão
Uma interpretação errônea
Na realidade não houve uma subtração
Mas a divisão do UM
Donde nasceram dois iguais
É isso o que nos faz macho e fêmea.
No mesmo degrau. No mesmo grau.
Na mesma procura e loucura.

Só as atrevidas sobreviverão
As que subtraírem as regras
Pisarem no machismo
E atravessarem a ponte dos mandos
Só as atrevidas serão bem-vindas
Ao futuro da nova mulher

As que tirarem as amarras
A canga que carregaram pelos séculos
Subverterem a letra pesada
A que denota subserviência
Alterar o dicionário másculo
As letras todas que criaram a desigualdade
Corrigir a falha das designações
Restabelecer o equilíbrio da balança
Refazer a aliança
Na dança do sutil
O ritmo de um novo som
Leve gentil humano de fato femininimacho
É o que acho e o que quer quero
Célio Pires de Araujo
Enviado por Célio Pires de Araujo em 21/10/2006
Reeditado em 21/10/2006
Código do texto: T269840

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (autoria de Célio Pires de Araujo). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Célio Pires de Araujo
São Paulo - São Paulo - Brasil
1075 textos (32936 leituras)
2 e-livros (236 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 12:15)