Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

À Manuel Bandeira

À Manuel Bandeira

Tosse tísica, tubércula rosa,
Pneumotórax, histórias do além,
Tantos mistérios em versos e prosa:
“Bala comprada em qualquer armazém!”

Alma apodrece o aidético hino,
Sofre de medo o mofino refém,
Quanta miséria reserva o destino:
“Bala perdida na rua ou no trem!”

Como cantar, cancerígeno mudo?
No chão, a morte agoniza um amém,
Bela ironia ser humano escudo:
“Bala encontrada no peito de alguém!”
Nel de Moraes
Enviado por Nel de Moraes em 23/06/2005
Código do texto: T27004

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do autor e o link para o site www.neldemoraes.com). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Nel de Moraes
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 56 anos
407 textos (351738 leituras)
2 e-livros (297 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 06:03)
Nel de Moraes