Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Palavras de Contentamento

Pelos poderes do acaso e da surpresa!

A magia se faz presente.
A revelação do belo é emocionante, mas assusta...

O conhecimento é um prazer que se torna gentil.

Amistoso.
Real.
Impressionante.

Fenômeno natural do Criador que descobre imagens perfeitas.
Existem maravilhas no mundo, mas somente as paisagens naturais causam impacto de deslumbre.

Estatela a razão.

Sou um apreciador da beleza – mas sei que nada é o bastante sem essência, sem especialidade que a sustente, sem conquistas que monte sua glória...

A arte divina da criatura humana que encanta.
O capricho da natureza feminina que fascina.

É uma dádiva apenas o sentimento de pensar coisas boas de alguém, praticar o bem de acordo o merecimento, sem dúvidas, sem exageros.

Não há sentidos para escrever...
Por isso escrevo quando estou inspirado.

Não há limites para sonhar...
Por isso sonho quando estou acordado.

Espero não constranger com minhas maneiras.
Mas são somente palavras, não necessita explicações.
Neste momento servem apenas para exaltá-la, descrever sua verdade.

No mínimo de minhas possibilidades.
Na clareza de suas feições.
No valor de minhas vontades.
Na delicadeza de suas intenções.

O que vale mesmo é o alcance na eterna satisfação de viver...

Viver para contemplar aparições que surgem do nada.
Alimenta os olhos.
Enobrece a alma.
Bagunça o coração.

Então não resisto esse desejo de expressar meu encantamento.

Sua capacidade de considerar não acompanha seu corpo...
Está guardada no teu Ser.

Simples como palavras de contentamento...
Certo como o tesouro da existência.

Esse é o efeito da admiração do belo...
Quase exata.
Alcebíades Segundo
Enviado por Alcebíades Segundo em 09/11/2006
Código do texto: T287069

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Com respeito aprópria obra e propósitos utilizados para o conhecimento literário e a evolução da vida.). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Alcebíades Segundo
Guanambi - Bahia - Brasil, 38 anos
163 textos (9517 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 17:57)
Alcebíades Segundo