Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Na Chuva

“auriverde pendão de minha terra”

Alves, Castro,
casto agora
que a poesia
se deflora

nos lábios
de jovens
      sementes
e mentes
       
      virulentos
      radiantes
      cantantes
      contentes
      tristonhos
      ausentes

ou simplesmente
na chuva
lá fora


Rio, 18/05/2006

Com a certeza de que o grande Castro Alves terá seguidores pelo Brasil afora.
Aluizio Rezende
Enviado por Aluizio Rezende em 12/11/2006
Código do texto: T289118

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Aluizio Rezende
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
6596 textos (144501 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 02:38)