Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

DÉCADA DE 70**

A multidão foi atacada a cavalo e cassetete.
Uma mulher caiu e foi espancada.
Dos prédios, uma multidão atônita aplaudia e vaiava.
Era S. Paulo, Praça da Sé.
Eu estava lá.
Era só um estudante achando que o Brasil tinha concerto.
Logo vieram bombas de gás,
ecoaram-se tiros, gritos aflitos,
e a igreja da Sé logo abriu sua porta.

Eu era pouco mais que uma criança e corria da polícia pelas ruas do Centro.
Escapei pela Conselheiro Furtado
em direção à Liberdade
com dois outros jovens lado a lado.
Fazíamos história com nossas pernas, bocas, medos, coragem.
Dizíamos basta à ditadura militar correndo dos cavalos da PM.

Eu vi! Eu estava lá fazendo história
Escrevendo Direito
Querendo respeito...



Dedicada a todos que viveram com coragem o medo e a esperança que inspirou o País na década de 70.


cp-araujo@uol.com.br
Célio Pires de Araujo
Enviado por Célio Pires de Araujo em 13/07/2005
Reeditado em 21/10/2006
Código do texto: T33919

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (autoria de Célio Pires de Araujo). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Célio Pires de Araujo
São Paulo - São Paulo - Brasil
1075 textos (32925 leituras)
2 e-livros (236 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/12/16 16:20)