Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ELA (dedicada a B.B. King)**

“Como é bom poder tocar um instrumento” (Caetano Veloso)


Quando roubaram sua guitarra
foi como se levassem também a sua alma,
rasgassem sua pele,
cortassem suas mãos.

Ela era amada como a namorada,
como aquela flor querida no jardim,
que lhe aliviava só por vê-la tão perto.
Se se sentia só, se estava só,
era em quem tocava de leve.
Se estava feliz ou triste,
alegre com o mundo ou avesso a tudo,
ela estava sempre ali, companheira.

Antes de tê-la comprado, às duras penas,
em dez vezes, quase o mês de trabalho,
era ele a própria desilusão.
Rancoroso e amedrontado com o mundo,
se escondia e não sabia traduzir a dor.
Algo lhe roia,
era como se tivesse perdido uma pessoa querida.
A guitarra lhe trouxe vida,
ajudou-lhe a tirar a angústia
e espantar a solidão.

Quando roubaram a sua guitarra
ele ficou de novo mudo,
roubaram seu mundo, sua alma.
Hoje ele tem outra guitarra
e faz das suas tristezas música
para alegrar a todos,
devolve em harmonias o que sofreu
e quem o vê sorrir
não sabe de onde vem a alegria,
a suavidade e a consonância da sua música

É nela, na sua guitarra,
que ele encontra reconforto e consolo.
Ela lhe entende e traduz
em som as pedras que carregou,
os caminhos que trilhou.

Inspirado em história contada por BB King e dedicada a ele
Célio Pires de Araujo
Enviado por Célio Pires de Araujo em 13/07/2005
Reeditado em 21/10/2006
Código do texto: T33920

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (autoria de Célio Pires de Araujo). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Célio Pires de Araujo
São Paulo - São Paulo - Brasil
1075 textos (32929 leituras)
2 e-livros (236 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 04:01)