Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

DIVA VIDA...

DIVA VIDA...

 Faz-se audível ao dizível, forte rouca, sensual e inefável
Ao som dum poema narrado, o palato dança suavizando a voz
E clamando faz-me ouvir, declamando ao sentir, a maceis dos lábios em concertos menores, suscitando os maiores, minha voz.
Fala que ouço, silenciando ou calando ouvindo-me.

A minha voz digo, não poete veleidades reverbere em eco o vento
Vibrando em harmonia... Essa voz que despe a linguajem, como lua
 nua, criando visagens osculando os que a ti ouvem. Amim chegas
Assim, arrepiante e aberta tocando-me os sentidos... Minha voz.
Enaltecendo estros, fremindo as emoções expressadas nos conceitos.

Minha voz...
Não me cale o tempo muito menos as palavras ao verso doado, na sementeira da voz, sê coesa quanto penso, ao ouvir discernindo os gemidos frêmitos.

És maga das cordas vocais! A ti que canta recita encanta
Em alto e baixo tom, a poesia impressa na voz, o som que me empresta á vida na magia que ouço. EU SOU Á DIVA VIDA, desvendando a voz.
Minha voz...

 Deth KAAK

5/08/2005

Deth Haak
Enviado por Deth Haak em 07/08/2005
Reeditado em 02/10/2011
Código do texto: T40984
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Deth Haak
Natal - Rio Grande do Norte - Brasil, 57 anos
547 textos (65342 leituras)
50 áudios (9714 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 16:55)
Deth Haak