Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

MEU BEIJO AO POETA

Para Fernando Tanajura, em resposta ao seu QUERO UM ÓSCULO
[... e como sei que vai dar em ciúme, queixume e outros "umes", é também para Egídio, Edimo, João, Pedro, Antonio, enfim...]


Dou-te um beijo de domingo, meu poeta preferido
E te olho bem no meio desse olhar infindo
para dizer do carinho, e das cores que aquarelo
neste beijo guardado a semana inteira, querido

Dou-te um beijo diferente, meu poeta amado
Com  cheiro da terra do meu lugar
Molhado na chuva que nos lava a alma
E queima no fogo, do ser apaixonado

Dou-te um beijo melado no meu dia de domingo
é de passear no parque, de tomar sorvete
e morrer de sede, rolando na grama
na doçura da poesia, feita a ti, sorrindo

Dou-te um beijo  encantado no amanhecer
companheiro de cartadas, à mesa do bar
Aquele que te brinda num copo de vinho
À espera ansiosa de um acontecer

Dou-te o beijo açucarado, em sobremesa
qual borbulhas de espumante e cócegas no nariz,
Que te afaga o pescoço, a te dormir na rede
E a querer o teu sorrir, feliz enseja
Lili Maia
Enviado por Lili Maia em 28/08/2005
Reeditado em 30/08/2005
Código do texto: T45859

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Lili Maia
Curitiba - Paraná - Brasil
484 textos (66694 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 06:40)
Lili Maia