Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O homem do relógio
Tic-tac, tic-tac
O tempo passa
O homem fica
O relógio bate
As horas passam
Tic-tac, tic-tac
O homem corre
A bengala estala
Toc-toc, toc-toc
Lá vem seu Fízio
Pro seu banquinho
Pro seu cantinho
Bater cartão
– Não batam com força
O relógio chora
O homem chora
Tic-tac, tic-tac
As horas passam
O homem insiste
O tempo resiste
A dor persiste
Tic-tac, tic-tac
O tempo acaba
O coração pára
O relógio chora
Lá vai seu Fízio

Alaide Santos
Enviado por Alaide Santos em 29/08/2005
Código do texto: T46013
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Alaide Santos
São Paulo - São Paulo - Brasil
58 textos (5148 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 02:16)
Alaide Santos