Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Muralha

Se veste de outono
Quando o inverno vem
Sorri, chora, sonha
Sem graça,
Muralha.
Se esconde atrás do escudo
Se defende à espada
Agradece por nada.
Fênix magnífica
Diamante trincado
Discreto
Trovão desarmado
Se embebe de outono
No centro do caos formado
Se arma de paciência
Descansa no meu abraço,
Topázio.
         

À minha irmã FÁTIMA.
Eliana Leal
Enviado por Eliana Leal em 07/09/2005
Reeditado em 10/05/2007
Código do texto: T48517
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Eliana Leal
Alagoinha - Pernambuco - Brasil
57 textos (2560 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 18:41)