Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

PEREGRINO DA POESIA

Homem só, sem tino
Na sombra da mente perdido;
Da poesia torna-se peregrino
Andejo trôpego, olhar sentido,
Nos caminhos da Terra
Herói vencido no sonho da guerra.

...A erigir Castelo de areia ao vento...

Esmerila ardoroso, a rima
Esmerando-a afiada, na lima
De versos vaporosos céu acima
Na busca incansável do novo
Da força transmutadora do povo
A recriar cosmos no seu fojo.

...A construir Castelo à beira-mar...

Segue estradas sem caminhos
Almeja colher rosas e espinhos
Titubeia nas encruzilhadas
Decide pela direita, vai à esquerda
Não tem chegada ou destino
Não importa a poesia ao poeta peregrino.

...A olhar horizontes em Castelo sobre montanha...
Erode Lino Leite
Enviado por Erode Lino Leite em 14/09/2005
Código do texto: T50297

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Erode Lino Leite
Nioaque - Mato Grosso do Sul - Brasil, 53 anos
121 textos (14580 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 18:12)
Erode Lino Leite