Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Te vejo no amanhecer

Não é este anoitecer
Aquele que tanto quis
Que hoje almejei
E me faria feliz.

A Lua ausente
As estrelas opacas
Meu céu em desamor
Imperdoável não se acaba.

Exploro seu ar
Realinho minha visão
Quisera tanto tocar
Me embrenhar em sua paixão.

Palavras notórias
Num consolo imutável
Há vida numa brisa
De contorno tão afável.

Tens um lindo nome
Que estampo em você
Te quero apenas esperança
Quando ao dia, o sol a vida lhe conceder.
Vanderlei
Enviado por Vanderlei em 18/09/2005
Código do texto: T51527
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Vanderlei
Espírito Santo do Pinhal - São Paulo - Brasil, 46 anos
83 textos (5353 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 06:37)
Vanderlei